Caminhoneiros devem procurar postos de saúde para receber vacina contra gripe

Caminhoneiros devem receber vacina contra gripe

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

No dia 16 deste mês de abril começou a segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Desta vez, caminhoneiros e portuários de todo o Brasil estão no grupo prioritário e podem procurar postos de saúde de qualquer município para receber a vacina, independentemente da cidade e estado em que resida.

Caminhoneiros fazem parte do grupo de serviços essenciais

Caminhoneiros devem procurar postos de saúde
Caminhoneiros devem procurar postos de saúde

Na nova fase de vacinação, serão contemplados aqueles que fazem parte do grupo de atuação em serviços essenciais como os caminhoneiros, portuários e pessoas que vêm trabalhando no combate ao novo coronavírus.

“É nosso dever garantir essas condições e dar segurança para todos que estão nas estradas. Os profissionais de transporte terão esse suporte porque o governo federal está garantindo esse conforto a mais aos trabalhadores que estão prestando um grande serviço ao nosso país, tão importantes para nós, especialmente, neste momento”, disse ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Caminhoneiros devem ficar atentos ao prazo de vacinação

A segunda fase da vacinação deverá acontecer até o dia 9 de maio, e os caminhoneiros devem ficar atentos para não perder o prazo.

Para usufruir deste benefício, caminhoneiros deverão comparecer até um posto de saúde portando qualquer documento que comprove a profissão de motorista: carteira de trabalho, carteira de sócio (a) do sindicato de transportes (categoria de motorista) ou carteira nacional de habilitação (para motoristas das categorias C ou E).

Vacina contra Influenza não protege do vírus da COVID-19

A vacina tem como objetivo proteger as pessoas dos tipos de gripe mais comuns registrados no ano passado, sendo o principal o H1N1, e auxilia os profissionais de saúde a descartar diagnósticos da COVID-19 – uma vez que os sintomas são parecidos com os da gripe – assim como também proteger os mais vulneráveis (pacientes com diabetes ou câncer, por exemplo) para que não leve ao surgimento de complicações que venham impactar o sistema imunológico e abrir espaço para outras infecções.

Caminhoneiros são fundamentais na crise do COVID-19

Caminhoneiros não podem parar no enfrentamento contra a covid-19
Caminhoneiros não podem parar no enfrentamento contra a covid-19

Em meio à pandemia que estamos vivendo, existem muitos serviços que não podem parar, sendo os principais o da saúde e do transporte.

O governo decretou que todos ficassem em suas casas, mas o transporte não pode parar. Especialmente porque precisamos de alimentos, medicamentos e o precioso álcool em gel chegando nas gôndolas de supermercados e farmácias. E lá se foram nossos heróis caminhoneiros enfrentando as estradas, e o próprio vírus, para poderem abastecer toda a população que está em casa de mãos atadas nesse momento tão delicado para o mundo inteiro.

Nesse enfrentamento, os caminhoneiros se depararam com dificuldades, sendo uma delas restaurantes fechados, ficando sem ter para onde ir fazerem suas refeições, já que esses estabelecimentos não podem funcionar para não gerar aglomerações.

Acontece que nessa hora a solidariedade bateu muito forte no povo brasileiro. Diversas concessionárias que administram rodovias pelo país e grupos de pessoas distribuíram marmitas nas beiras das estradas para que os caminhoneiros pudessem seguir viagem aliviados da fome e da preocupação de ficarem sem ter o que comer. Kits de higiene também foram entregues.

Para apoiar os caminhoneiros, o Ministério da Infraestrutura lançou duas novidades no aplicativo Infraestrutura BR que vão auxiliar a encontrar serviços disponíveis como restaurantes, borracharias e oficinas para os motoristas que estão na estrada. O aplicativo também disponibiliza um questionário para poder avaliar as condições de saúde do motorista.

“Esse aplicativo nasceu em 2019, com a ideia da tabela de frete, mas agora estamos usando como um canal de comunicação com o caminhoneiro”, disse o secretário nacional de Transportes Terrestres, Marcello da Costa.

Além da vacina contra gripe: prevenção contra o coronavírus

Aproveitamos para ressaltar a importância de nos protegermos contra o coronavírus nesse momento. Como o transporte é um serviço essencial, vocês caminhoneiros, estão todos os dias expostos a situações que possam auxiliar no contágio da COVID-19.

Por isso, pedimos para que se protejam. Utilizem máscaras, lavem bem as mãos, tenham álcool 70% disponível no caminhão e evitem aperto de mãos.

Cuide de você e dos seus colegas de estrada. Logo as conversas poderão ir além do px e poderemos todos nos encontrar pessoalmente para aqueles momentos simples e alegres no jantar dos restaurantes na beira da estrada.

Proteja-se!

Qual a sua opinião sobre esta matéria?

Você também pode gostar

Sucesso!

Seu cadastro foi finalizado com sucesso!
Aguarde novidades da LDP Peças em seu e-mail.